15 dicas para os dias de calor com o pet – Portal Plural
Connect with us

Geral

15 dicas para os dias de calor com o pet

Publicado

em

Publicidade


O verão veio com tudo! E assim como nós sofremos, os pets também se incomodam e podem ser prejudicados. Cachorros ofegantes, gatos bebendo mais água, aves buscando por sombra, roedores se escondendo embaixo da serragem Se você está passando calor com o pet, seja ele um cachorro, gato, coelho, passarinhos, lembre-se que mesmo saudáveis, eles podem sofrer.

Nessa época são mais comuns quadros de desidratação, queimaduras solares, machucados nas patas e choque térmico. Felizmente existem muitos cuidados que podemos tomar. Como tutores conscientes e responsáveis que somos, devemos ajudar os pets a sobreviver às altas temperaturas!

O choque térmico, por exemplo, é um problema comum em cachorros nessa época do ano e pode ser fatal se não tratado imediatamente. Geralmente o choque térmico ocorre quando os animais são deixados em espaços confinados. Locais com pequena ou nenhuma ventilação e alta umidade, como carros, parques e praias sem sombra, e em períodos do dia com sol muito forte e pouco vento. E, diferentemente do senso comum, em dias com temperaturas mais amenas os pets também podem sofrer muito com o calor, dependendo da ventilação e umidade! 

Seguem dicas importantes para um verão feliz com seu melhor amigo, seja ele cachorro, gato, coelho…!

1. Hidrate seu pet!

Mantenha seu pet hidratado durante todo o dia: ofereça sempre água limpa e fresca (água gelada é ótimo). Você também pode oferecer água de coco (especialmente gelada) ou suco de frutas. Mas nunca dê suco de uva ou carambola pois são tóxicas para cachorros e gatos!

 agua

 2. Cuidado com os períodos mais quentes do dia.

Nos dias de calor com o pet, evite passeios e dog walker nos horários mais quentes do dia. Não saia entre as 10hs e 15hs. E mesmo fora desses períodos, dê preferência para locais sombreados, com muitas árvores e piso de grama, que não esquenta tão rapidamente. Não passeie com seu pet se o asfalto da rua estiver quente. Lembre-se que as patas dos cachorros são muito sensíveis e poderão esquentar rapidamente.

download (2)

3. Use protetor solar para pets.

Se seu pet costuma fazer passeios ou dog walker e tem pelo curto, pelagem branca ou mucosas claras, passe protetor solar no pet! Mas use protetor solar específico para pets (caso não encontre, pode usar protetor para crianças ou para peles sensíveis). Passe protetor solar especialmente nos locais do corpo com menos pelagem e mais expostos ao sol, como orelhas, focinho e ao redor dos olhos.

protetor_solar

4. Não exagere nos exercícios nos dias de calor com o pet.

Como tudo na vida, exercícios são bons sem exageros. Tome cuidado para o pet não se exercitar demais! Faça pausas frequentes nos exercícios e brincadeiras e ofereça um pouco de água nessas pausas.

kitten_playing

5. O pet NUNCA fica sozinho no carro.

Nunca deixe o pet sozinho no carro. Não é só nos dias de calor com o pet: não deixe-o sozinho nem por 5 minutinhos, nem com a janela aberta! NUNCA! A temperatura dentro de um carro pode subir até cinco graus em 15 minutos. E as janelas abertas não ajudam em nada. Um trabalho publicado na revista científica Pediatrics, mostrou que carros com todas as janelas quebradas apresentaram a mesma temperatura no interior, que carros com os vidros fechados. E deixar o ar condicionado ligado também não ajuda! Ele pode desligar sem você saber e pode levar à morte por inalação de gases tóxicos (veja esse exemplo da Índia).

carro

6. Cuidados na praia e em parques.

Em parques ou praias (que aceitem animais de estimação), garanta que seu pet tem um local sombreado, com água fresca disponível e bastante ventilação para ficar. Caso não tenha esses requisitos, não leve seu pet e deixe-o descansando em local seguro.

praia

7. Preste atenção aos sinais de cansaço e desconforto.

Se seu pet está ofegante, salivando muito, com dificuldades para respirar, prostrado (não quer se mover, não quer fazer nada), não quer andar, comer, beber água fique atento! Ao ver estes sinais de forma mais leve, ofereça um período de descanso na sombra com água fresca para seu pet! No caso destes sinais de forma mais grave, leve seu pet o mais rápido possível para uma clínica veterinária! Um animal excessivamente ofegante (especialmente gatos ofegantes), com dificuldades para respirar, aumento da frequência cardíaca e respiratória. Ou ainda com fraqueza muscular, salivação excessiva, muito parado ou muito agitado, vomitando, com a língua e mucosas azuladas ou acinzentadas, perda de consciência e convulsões pode estar com choque térmico, não perca tempo! Coloque sacos de gelo (especialmente nas axilas e nas região da barriga e entre as patas de trás), ligue o ar condicionado ou ventilador do carro e vá para o hospital veterinário mais próximo.

cansaco

8. Cuidados extras com animais de focinho curto.

Lembre-se que animais braquicefálicos (com focinhos curtos) como cães das raças Pug, Bulldog e Shih-Tzu e gatos Persas, são mais susceptíveis a hipertermia e choque térmico. Eles precisam de cuidado extra! Limite os exercícios, faça mais pausas, ofereça mais água e líquidos, fuja do sol e do calor!

pug

9. Cuidados extras com pets idosos, com sobrepeso, problemas cardíacos ou respiratórios.

Os pets idosos, com sobrepeso, problemas cardíacos ou respiratórios também precisam de prevenção extra: mantenha-os o máximo do tempo em locais com ventilador ou ar-condicionado. Se possível, mantenha a pelagem sempre curta durante o verão e ofereça bastante líquido. Fique muito atento aos sinais de desconforto e mudanças de comportamento e alimentação. Informe o médico veterinário de confiança caso note mudanças.

obeso

10. Cuidado com piscinas e mar.

NUNCA deixe seu pet sozinho se no local existir uma piscina ou próximo do mar. Caso queira entrar na água com seu pet, habitue-o lentamente a entrar na água com você. Sempre com a sua supervisão 100% do tempo e, se possível, com uso de “coletes” de flutuação para cães (que já estão chegando no mercado brasileiro).

dog-pool_1941722i

11. Use e abuse do enriquecimento ambiental!

Existem várias opções de enriquecimento ambiental ótimas para o calor! Piscininhas rasas de criança, vasos de plantas grandes e largos, ou baldes rasos e largos cheios de água e gelo são uma ótima pedida para cachorros! Uma brincadeira refrescante! Você também pode fazer sorvetes para cachorros e gatos! Coloque em um copinho de plástico suco de frutas, pedaços de frutas, água de coco, até petiscos em pedacinhos e depois deixe congelar por cerca de 5 horas! Hummm… seu pet vai adorar a novidade! e além de fácil e barata! Se você quiser saber mais e aprender a deixar o ambiente do seu pet muito melhor, veja nosso ebook gratuito sobre enriquecimento ambiental! É só clicar aqui!

cat-shelf2

12. Cuidado com as janelas e varandas.

Nesta época quente é mais comum os pets ficarem próximos das janelas e em varandas. Por isso também é mais comum tragédias como pets caírem de janelas de andares altos de prédios ou casas. Previna isso com grades, janelas fechadas e telas. Aliás, se você tem gatos, você deveria considerar telar toda a sua casa sempre!

janela

13. Mantenha seu pet tosado ou escovado.

 

Diminua o comprimento dos pelos de seu pet (mas não exagere pois seu pet pode sofrer com queimaduras solares se não tiver a proteção de sua pelagem). Para gatos, especialmente os de raças com pelos longos, escove sua pelagem mais regularmente, isso irá ajuda-lo a lidar com o calor! 

tosa

14. Dê banhos mais regulares, mas com cuidado.

Já falamos sobre dicas de como dar banho em seu cachorro em casa neste artigo. Mas lembre-se de evitar o choque térmico, molhando antes as patinhas e orelhas do seu animal de estimação. Depois espalhe cuidadosamente a água pelo corpo com suas mãos. Mas não exagere na frequência de banhos pois o excesso de sabonete ou xampu podem irritar o ressecar a pele.

banho1

15. Atenção extra às pulgas e carrapatos.

Nessa época quente e úmida as pulgas e carrapatos são muito mais comuns. Mantenha em dia seu plano de prevenção para ectoparasitas. Não compre qualquer produto, busque por recomendação do seu médico veterinário.

carrapato

 

 

FONTE: PETANJO


Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Justiça condena Vale a pagar R$ 1 milhão para cada trabalhador que morreu em rompimento de barragem em Brumadinho

Publicado

em



 

Indenização, de acordo com a determinação, deverá ser recebida por espólios ou herdeiros.

 

A Justiça do Trabalho condenou a mineradora Vale a pagar indenização de R$ 1 milhão por danos morais para cada trabalhador que morreu no rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O desastre aconteceu no dia 25 de janeiro de 2019 e matou 270 pessoas.

A decisão desta quarta-feira (9) é da juíza titular da 5ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Betim, Vivianne Celia Ferreira Ramos Correa. A indenização, de acordo com ela, deverá ser recebida por espólios ou herdeiros das vítimas que, segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Extração de Ferro e Metais Básicos de Brumadinho e Região, são 131.

A ação beneficia apenas às famílias de 131 trabalhadores porque eles eram ligados diretamente à Vale, e a ação foi impetrada pelo sindicato.

“À luz dos fundamentos expostos, nos autos da Ação Civil Pública interposta por SINDICATO DOS TRABALHADORES NA INDÚSTRIA DA EXTRAÇÃO DE FERRO E METAIS BÁSICOS DE BRUMADINHO E REGIÃO em desfavor de VALE S.A., rejeito as preliminares eriçadas e, no mérito, julgo PROCEDENTE o pedido para condenar a Requerida a pagar indenização por danos morais no importe de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por vítima fatal, aos espólios/herdeiros dos empregados substituídos para reparação do dano-morte experimentado em decorrência do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão em Brumadinho-MG”, determina a magistrada na sentença.

Vivianne ainda enfatizou:

“Todavia, considerado na natureza do bem ofendido e que o dano-morte decorre da própria ofensa, é impertinente pesquisa envolvendo intensidade do sofrimento ou da humilhação, possibilidade de superação física ou psicológica, os reflexos pessoais e sociais da ação ou da omissão, a extensão e a duração dos efeitos da ofensa, as condições em que ocorreu a ofensa ou o prejuízo moral, ocorrência de retratação espontânea, o esforço efetivo para minimizar a ofensa e o perdão, tácito ou expresso e o grau de publicidade da ofensa. A culpa é em grau gravíssimo”, define.

A determinação é de primeira instância e a mineradora pode recorrer da decisão.

Procurada pela TV Globo, a Vale disse que “é sensível à situação dos atingidos pelo rompimento da barragem B1 e, por esse motivo, vem realizando acordos com os familiares dos trabalhadores vítimas desde 2019, a fim de garantir uma reparação rápida e integral”.

Leia a resposta na íntegra:

“A Vale é sensível à situação dos atingidos pelo rompimento da barragem B1 e, por esse motivo, vem realizando acordos com os familiares dos trabalhadores desde 2019, a fim de garantir uma reparação rápida e integral. As indenizações trabalhistas têm como base o acordo assinado entre a empresa e o Ministério Público do Trabalho, com a participação dos sindicatos, que determina que pais, cônjuges ou companheiros(as), filhos e irmãos de trabalhadores falecidos recebem, individualmente, indenização por dano moral. Há, ainda, o pagamento de um seguro adicional por acidente de trabalho aos pais, cônjuges ou companheiros(as) e filhos, individualmente, e o pagamento de dano material ao núcleo de dependentes. Também é pago o benefício de auxílio creche no valor de R$ 920 mensais para filhos de trabalhadores falecidos com até 3 anos de idade, e auxílio educação no valor de R$ 998 mensais para filhos entre 3 e 25 anos de idade. Por fim, é concedido plano de saúde vitalício aos cônjuges ou companheiros(as) e aos filhos até 25 anos. Desde de 2019, já foram firmados acordos com mais de 1,6 mil familiares de vítimas. Entre indenizações cíveis e trabalhistas, já foram pagos mais de R$ 2 bilhões.

A empresa informa que analisará a decisão da 5ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Betim.”

 

FONTE: G1

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Cotrirosa reestrutura áreas que priorizam seus associados

Publicado

em



Desde que a atual administração assumiu a gestão da Cooperativa Tritícola Santa Rosa Ltda – Cotrirosa, março de 2021, iniciou-se um planejamento estratégico com análise do sistema de gestão dos diversos negócios, visando o fortalecimento e crescimento da Cooperativa e, consequentemente, dos associados.

A prioridade nesse novo modelo de gestão, está nas áreas que atendem diretamente os associados, com destaque para a área técnica que passa a ter posição de gerência, e segue sob a responsabilidade do Engenheiro Agrônomo, Jairton Dezordi. Sidinei Lodi, que a partir de agora reforça o quadro de funcionários da Cooperativa, assume como responsável pela rede de lojas agropecuárias e comercialização de insumos. A área conta também com a colaboração de Alisson Grzeca. Grãos e postos de combustíveis continuam sob responsabilidade de Nereu Rohleder. O setor de varejo e agroindústria permanecem no comando de Dilmar Hofferber.

Para o presidente da Cotrirosa, Clenir Antonio Dalcin, o foco da diretoria é o associado, motivo da existência da cooperativa. “Nossos esforços estão concentrados em valorizar e aproximar ainda mais os associados da cooperativa, com ações que beneficiam as famílias, gerando resultados econômicos e sociais que contribuem para o fortalecimento da nossa região e do cooperativismo”.  Clenir reforça ainda, que todas as ações fazem parte do planejamento estratégico da Cotrirosa e que tem a importante colaboração do grupo interno e o assessoramento da Consultoria Bateleur, para desenvolver uma gestão profissional, transparente e com resultados tanto para os associados como para a cooperativa.

A Cotrirosa, que em junho deste ano completa 53 anos de fundação, conta com 6.283 associados, atua em 18 municípios com 25 unidades e emprega cerca de 1.100 funcionários.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Surto de Covid na Case assusta dirigentes em Santo Ângelo

Publicado

em



Surto de Covid assusta a direção da Case (Centro de Atendimento Sócio Educativo de Santo Ângelo).

Segundo o Diretor Rodrigo Medeiros, atualmente 17 funcionários estão afastados e 3 hospitalizados. Já foi constatado 10 casos de internos infectados e já recuperados.

A maior preocupação do Diretor Medeiros é que o Case de Santo Ângelo será praticamente o último a ser vacinado sendo que os demais do Estado já estão sendo. Já os funcionários da Susepe foram vacinados no mês de abril.

Todos ficarão em quarentena até o dia 16 de junho, e devido a esta situação, os internos não poderão ter aulas presenciais e nem receber visitas das famílias.

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×